CEASM_site-02.png

NEPS publica novos artigos em revistas acadêmicas

Por Carolina Vaz


O Núcleo de Estudos e Pesquisas Sociais da Maré (NEPS-CEASM) conquistou recentemente a publicação de dois novos artigos em revistas acadêmicas, abordando em ambos a educação segundo a realidade da favela.


Na revista Intellèctus da Uerj os coordenadores e pequisadores Francisco Overlande e Humberto Salustriano, junto à educadora do CEPL Noélia Rodrigues, publicaram o artigo “Experiências e reflexões sobre a prática docente Anti/Contra/Decolonial no ensino da História na escola pública e suas relações com o Museu da Maré como uma ferramenta pedagógica da Educação Popular”. O artigo aborda a experiência, em turmas do ensino médio de escolas públicas do estado, de prática docente na perspectiva da educação popular e decolonial, tendo como proposta pedagógica a utilização do espaço do Museu da Maré. O artigo pode ser lido e baixado aqui. Noélia Rodrigues integra o Coletivo de Educação Popular e Libertária (CEPL) e é doutora em educação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). A revista Intellèctus é uma revista acadêmica semestral que se destina à publicação de pesquisas relativas à História dos Intelectuais e à História Intelectual, além da divulgação de análises sobre a produção cultural dos países que compõem o universo da “Latinidade”. Foi originada pelas atividades dos grupos de pesquisa "Intelectuais e Poder no Mundo Ibero-Americano" e "Grupo de Estudos e Pesquisas Intelectuais, Sociedade e Política".


Outra publicação foi feita na revista Espaço Crítico, do IFG, onde Francisco Overlande e Humberto Salustriano assinam o artigo "Desigualdades educacionais em tempos de pandemia: os desafios dos estudantes da escola pública e das favelas cariocas em meio à crise sanitária global". O texto tem como objetivo apresentar como foram agravadas pela pandemia as desigualdades educacionais na educação básica. Traz depoimentos de estudantes moradores de favelas relatando os desafios de se manter no ensino remoto. Pode ser baixado no site da revista, que é uma publicação do Núcleo de Pesquisa em Sociedade, Educação e Cultura (NUSEC) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), Campus Aparecida de Goiânia. O artigo faz parte do dossiê temático "Educação em tempos de pandemia: experiências, possibilidades e desafios do ensino remoto".

Sobre o NEPS


O NEPS se configura como um dos projetos do CEASM e tem como finalidade construir um permanente esforço na produção de conhecimento que valorize as periferias urbanas do país, evidenciado assim sujeitos sociais historicamente subalternizados, no sentido de incentivar o protagonismo de suas próprias epistemologias.


Francisco e Humberto foram alunos da primeira turma do Pré-Vestibular do CEASM, atuando como educadores e coordenadores do projeto, para além de outras frentes na instituição. São professores na rede pública de ensino e educadores populares, e se movimentam com/na educação popular debatendo sobre o tema e atuando no chão de diversos espaços formativos, sempre com/na concepção pedagógica da Educação Popular e Anti/Contra/Decolonial.


Na perspectiva freireana em que pesquisa e docência caminham juntas, o NEPS-CEASM vem contribuindo através de seus pesquisadores com outras possibilidades de análise e reflexão sobre a realidade das periferias urbanas.


O NEPS-CEASM conta ainda com outros pesquisadores , todos professores com experiência na área da educação e trajetórias na instituição. Lourenço Cézar, mestre em educação pela UFRJ,diretor do Ceasm; Diogo Nascimento doutor em estudos do Lazer pela UFMG; e Aryanne Paiva, mestranda no PPGEC da UERJ-FEBF.


Conheça as redes sociais do NEPS:

Blog: nepsceasm.wordpress.com

Instagram: @nepsceasm

Facebook: Neps Ceasm